Qual a poltrona mais segura para se sentar num ônibus?

Publicado em 25 de Julho de 2010

  

Recentemente me enviaram um e-mail com questionamentos sobre o azar e logo de cara, percebi que já faz algum tempo que não trato – cientificamente – desse assunto… Inaceitável! Uma vez que esse é um dos assuntos que deu origem ao blog [1].
Para remediar isso, resolvi transformar a resposta do e-mail em post…

Vamos lá! O e-mail dizia:

Opa!

A um certo tempo venho acompanhando o blog e gostaria de parabenizá-lo pela iniciativa, criatividade e divulgação da física de forma criativa, interessante e agradável.
Sem mais enxeção de linguiça, em uma viagem nesse fim de semana, parei para garimpar o google reader e visualizei algumas postagens antigas.
Uma que gostei de relembrar e que me chamou muita atenção foi a que comenta o que aconteceria com o mundo se a terra parasse de girar.
E ao ver algumas pessoas embarcarem no ônibus, acabou surgindo uma grande dúvida: Qual a melhor poltrona para se sentar?

Uns preferem sentar na frente (acham que num acidente o motorista vai desviar para salvar sua própria vida e assim livram-se também do pior)
Outros no fundão (se bater de frente os do fundo sobrevivem)
E os que preferem sentar no meio (um meio termo?!)
Sem contar os que dizem que tem que sentar do lado oposto ao do motorista…

Onde os ázarons podem interferir nesse processo de decisão e no momento de um possível acidente?

Abraços!

 Ônibus

 
Felizmente, esse é um assunto sobre qual já pensei/experimentei muito, por vários motivos: 1. Sempre viajei muito, uma vez que a Unicamp é longe da minha cidade natal. 2. Devido ao meu azar intrínseco, eu passo mal ao tentar ler em ônibus… coisa que impede de fazer qualquer outra coisa que não seja dormir ou ficar pensando bobagem enquanto contemplo a inspiradora variedade de fauna e flora dos acostamentos da rodovia SP-310 [2]. 3. Eu realmente só penso nessas coisas.

Pois bem, para começar… precisamos nos familizarizar com medidas de azar, como são feitas e suas grandezas. Para não deixar o post muito longo, farei apenas uma breve introdução sobre esses temas.

Como medir azar? É isso sempre foi uma tarefa complicada… mas eu e minhas outras personalidades conseguimos chegar a um consenso. Campos de azar são medidos em “número de contadores geiger quebrados por unidade tempo” [3] devido a exposição ao material azarônico. Mas a unidade no sistema internacional é o Facci (lê-se fáti) [4], onde 1 Facci equivale ao azar medido a distância de 1 metro do QF enquanto ele escova os dentes sob condições normais de temperatura e pressão. (1 Facci = 0,00081127 CGQ/s – contadores geiger quebrados por segundo)

Apenas para ilustrar, aqui vão alguns exemplos de valores de azar e seus riscos:

0 a 0.2 Faccis – Nível normal de azar.
0.21 a 0.6 Faccis – Perigo de quedas sem sentido, acidentes com patins e/ou situações envolvendo fezes de animais.
0.61 a 1 Faccis – Não saia de casa.
1 a 2 Faccis – NÃO SE MOVA!!
Acima de 2 Faccis – Perigo de morte.
Acima de 1300 Faccis – Nunca observado, mas simulações indicam colapso de larga escala das forças gravitacional e eletromagnética.

 
Como não é todo mundo que tem contadores geiger a disposição… você pode fazer medidas de azar observando a estabilidade de castelos de cartas de baralho de três andares ou mais.

Ok! Depois dessa enrolação toda, estamos quase prontos para responder a questão “Qual a poltrona mais segura para se sentar num ônibus?”. Faltam algumas imposições/aproximações:

A) Vamos trabalhar com um problema 2D, ou seja, não iremos considerar os azares na direção vertical, uma vez que a probabilidade do ônibus ser atingido por um meteóro/avião e/ou passar sobre uma mina terrestre anti-blindado são muito pequenas (mesmo quando somadas). OBS: essa acochambração não é válida para todo o planeta.

B) As medidas de azar aqui apresentadas não foram feitas poltrona por poltrona (as informações que faltavam foram interpoladas). Elas são frutos de minha experiência em viagens, dados estatísticos sobre acidentes de ônibus e pitadas de bom senso.

Agora sim! Estamos prontos…

Mapa de perigo (ônibus)
Mapa de periculosidade por poltrona

 
Começamos com a região frontal do ônibus que é, com toda certeza, a mais perigosa… Impactos frontais geralmente são bem mais fortes do que em qualquer outra direção e as situações que podem causar essa tipo de impacto são das mais variadas: o motorista pode dormir no volante, pode colidor com outro veículo durante uma ultrapassagem, pode cair de penhasco, cair de pontes, se chocar com rochas enormes…. Mas isso não é tudo. As poltronas da lado direito tendem a ser um pouco mais perigosas pelo fato do motorista – nos instantes imediatamente antes do impacto – instintivamente virar o ônibus numa tentativa de se proteger, expondo mais esse lado. Outro fator é que essa região não garante boa visibilidade.

As laterais do ônibus tendem a não ser muito perigosas. Dados de impactos laterais são pouco comuns, geralmente não são a alta velocidade e temos a vantagem dos passageiros estarem bem acima do nível da rua, mais alto do que maioria dos veículos. Esse também é o caso das batidas traseiras, mas nessa região temos outro fator de risco azarônico: é nessa parte do ônibus que fica o banheiro… (não preciso falar mais nada né?)

Sendo assim, pode-se concluir que as poltronas mais centralizadas e internas são as mais seguras (também são próximas das saídas de emergência, caso o ônibus tombe). Porém temos que excluir a inconveniência destas serem ao lado do corredor pelo qual todos vão querer passar e ficar esbarrando em você.

Mas numa situação real, temos que lembrar que o azar se divide em dois fatores: o fator posição no ônibus (a poltrona) e o fator pessoal (o seu azar intrínseco). Portanto, se forem aplicar os resultados apresentados aqui, lembrem-se do Princípio da Superposição! Somem o seu campo de azar ao das poltronas. Esse detalhe é de crucial importância!

No final das contas, não temos como dizer com total certeza qual a melhor posição sem saber QUEM estará em cada poltrona. Mas como pessoas muito azaradas, capazes de alterar todo o campo azarônico do ônibus, não são muito comuns… podemos usar esses resultados em quase todas as situações.

Hehe… é isso! Espero que tenham gostado da resposta/post!
Quem sabe, no futuro, não saia uma continuação desso post? Poltronas de avião, por exemplo…

Abraços!!

=/

Notas do Autor:

[1] Mestrado realmente frita seu cérebro e te deixa ocupado…muito ocupado!
[2] Isso quando não me sento do lado de pessoas estranhas que adoram puxar conversa ou de crianças soterradas em sacos de biscoito de polvilho que alegam ser astronautas.
[3] Tomando alguns cuidados! Não se deve colocar todos os contadores geiger que você tem no local onde quer medir a concentração de ázarons! Nunca!! O correto é: colocar apenas um e no momento que este quebrar, substituir por outro! Não se esqueça de calcular o potencial azarônico acumulado ao trazer o próximo contador do infinito até a posição da medida.
Curiosidade: Inicialmente usava-se “número de marca-passos quebrados por unidade tempo” mas depois de alguns testes… o método se mostrou inviável.
[4] Facci é uma contração do sobrenome do QF (o sobrenome é grande demais para o nome de uma unidade de medida, azar…) em homenagem por ser o Fundador da Mecânica Azarônica… =P

*Bruno, valeu a pena esperar?? Hehehe…


ARTIGOS RELACIONADOS :

    *ATENÇÃO! Você que tem estômago sensível… tome cuidado ao ler esse post!* Hunf, para vocês verem como as coisas são…. se eu não tivesse escrito um post sobre o tema “azar em ônibus” recentement ...

    ... ou Destino é a maior furada!! Cuidado!! Post longo e sem figuras! Esse post é uma história pessoal e totalmente verídica que me fez refletir profundamente sobre o destino. Sendo um Físico (t ...

    O que é azar? Passar praticamente um mês estudando sem parar, fazendo provas insanas e se dar mal em todas... isso é azar! =( Está bem! Vocês merecem uma definição melhor do que é essa não é verd ...



57 especialistas já comentaram!
Participe dessa importante discussão que pode... SALVAR O MUNDO!! MUUHAUHAUH...
 

Fernanda
25/7/2010 , 21:32

Huahuahuahuahua!
Ri muito!
E eu SEMPRE compro a 24! a vantagem é que ela tbm fica do lado oposto ao motorista! =D
Olha… peguei essa mania do meu pai, ele viajava 2 x por mês para Sampa durante 4 anos… e ai qdo fui estudar em Sampa… peguei essa mania de sempre comprar a poltrona do meio do onibus, do lado oposto do motorista e no corredor (janela é um saco pq a pessoa do seu lado pode dormir e vc fica preso na parada… )
Já passei por isso, o cara tava desmaiado do meu lado e tive q me equilibrar por cima pra conseguir sair e esticar as pernas na parada… ainda bem q ele não acordou no meio da manobra… =/


Diogo
25/7/2010 , 21:43

Ixi… imagina essa teoria aplicada num coletivo lotado no meio da Dutra


QF
25/7/2010 , 21:49

@Fernanda É tem esse detalhe também!! Ponto pra poltrona do corredor! UHuhauhauha…
E isso já aconteceu comigo tb! A pessoa do lado dormir e ter que fazer toda essa operação pra conseguir… já tive sucessos e fracassos! UHahuahuhua

@Diogo Quanto mais gente, mais chances da coisa ficar mais e mais complicada e azarada.


caiomz
25/7/2010 , 22:30

Acho que dados sobre colisões verticais envolvendo helicópteros, aviões, meteoros e hovercrafts desregulados podem ser evitados mesmo, principalmente pq numa colisão dessas não sobra muita coisa do busão pra que o azar seja quantificado….
Sei que, de acordo com o meu azar pessoal: se uma mesma garota linda e maravilhosa compra SEMPRE a poltrona 1 do busão, a ÚNICA vez que eu consigo comprar a poltrona 2 resulta em um canhão do meu lado, e a garota linda e maravilhosa indo de carro pra casa -_-”
Fora essa, já estive num ônibus que deslizou e encostou em um barranco, qdo foi tentar passar por uma estrada de terra (nao lembro pq diabos o motorista teve essa brilhante idéia)…saí pela janela e fiquei acompanhando uma operação T.A.T.U. de escavação pra tirar o bus do lugar…
Ah, eu eliminaria a poltrona 22 em alguns casos, já vi busões com uma TV sobre essa poltrona…e, bem, sempre existe a possibilidade da TV ser uma fiel seguidora da lei da gravitação universal, ou então vc pode ser um passageiro distraído e que levanta com pressa…isso definitivamente vai doer.


caiomz
25/7/2010 , 22:33

Não tinha visto o comentário sobre coletivos lotados…nesse caso, esqueça a definição de poltronas, e todos os corpos PODEM e VÃO contrariar a lei física sobre 2 corpos NÃO poderem ocupar o mesmo lugar no espaço…não consigo imaginar consequencias positivas nesse caso.


Bruno
25/7/2010 , 22:41

Opa! Valeu pelo post!
E realmente, uma de avião seria bem interessante também… qual será a poltrona que as pessoas que sobreviveram a grandes desastres estavam sentadas? E fica a dica, os ázarons influenciam e muito em tudo isso!


Fuinha
25/7/2010 , 23:04

Também não consigo ler em onibus… mas gosto de ficar olhando a fauna e flora do acostamento durante as viagem.

mas tenho uma duvida: ” 1 Facci equivale ao azar medido a distância de 1 metro do QF enquanto ele escova os dentes sob condições normais de temperatura e pressão.”

a marca da escova de dentes e a marca/sabor da pasta influem no calculo? e qual a probabilidade de se machucar com a escova de dentes durnate os testes?


QF
25/7/2010 , 23:17

@caiomz Nossa… isso me lembrou daquela história da menina que sentou do meu lado no busão… a “garota das probabilidades infinitamente nulas”

@Bruno Nesse caso tem estudos de verdade sobre o assunto… mais pra frente solto outro post nesse esquema! ^^

@Fuinha Sempre uso escovas macias pra não danificar meus dentes, o sabor da pasta não influe tanto… desde que tenho mais de 2 cores.
Quanto a me machucar já aconteceu sim… várias vezes… principalmente qdo fico por mais de uma hora fazendo isso enqto estão calibrando instrumentos! Hunf!


DukeGod
26/7/2010 , 01:30

Na verdade as areas de 0.2 a 0.6 Faccis podem evoluir rapidamente para areas de 10^13 Fraccis o-o
Um evento em especial aconteceu comigo.Envolveu o CERN,um dos Raio da Morte experimentas das Empresas Duke,Oscar Niemeyer,pelo menos 47 filmes B,um cientólogo e um Kraken.Mas o Kraken nao fez o que voces estão pensando


Raphael Barboza
26/7/2010 , 09:54

=P, é xD, acredite ou não, esse foi um post preocupante pra mim =O… minha namorada foi viajar para campo grande… e não faço menor idéia do banco que ela pegou…

Mais angustia do que saber que ela pegou o banco perigoso… é a angustia de saber se ela pegou OU NÃO!!!

quanto mais icógnitas pior =/

Vlw QF, muito bom o Post mesmo =P, mas creio que devam existir algumas situações aonde esses azarons são mínimos, talvez nulos, como videos de onibus caindo de uma rodovia… e sai andando da rua abaixo ainda… SEM FERIDOS!!!!

=O


Nicolas
27/7/2010 , 02:30

Morri de rir com os Geiger,
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Amo por demais Química e Biologia, mas essa unidade do geiger fez eu sentir o di profundis da física….

Ei, QF, sobre ler no ônibus já experimentou as cadeiras em cima das rodas traseiras/amortecedores, eu comprovei experimentalmente que são as melhores pra ler, você sente menos as vibrações obusianas (unidade física de puxavanco nos busões brasileiros)


Nicolas
27/7/2010 , 02:34

Obs.: QF, quando tu achar o que eu escrevo uma besteira diz po! Toda vez eu acho que disse uma frase de impacto e peço pra tu botar nas frases aleatórias e nada. Pelo menos dizendo eu tento aperfeiçoar!

=)


quasebióloga
27/7/2010 , 03:02

kkkkkkkkkkkkkkkk, muito bom,
o lance da televisão é muuuito importante!
adorei o post…kkkkkkk
ah! posso agravar os azarons se estiver lendo no busão???????( eu leio muuuuito no busão…)


Daniel
27/7/2010 , 03:33

Estudando a teoria unificada dos azarons aqui neste espaço/blog, cheguei a conclusão (muito provavelmente precipitada) de que o sujeito azarado, pela própria natureza do azar, se encontrara sempre o ser mais azarado do ambiente em questão não interessando qual o ambiente.

Tendo também em mente o azar como uma força natural que se espalha sem fronteiras materiais conhecidas (por mim), contagiando a todos em volta do azarado zero.

Cheguei a teoria do escudo azarônico, levando em consideração o fato de que o azarado é sempre o ser mais azarado do ambiente e espalhara seu azar a todos os outros azarados dentro do ônibus, fazendo com que todos se encontrem num mesmo estado quântico de coexistência equivalentemente azarada.

Estado este que limita a ação do azar a uma corrente de eventos que só pode terminar com um mesmo horizonte de consequências que afete igualmente a todos os azarados em questão.

Consideração então a probabilística, que limita o número de certos eventos, pode-se concluir (ou não) que quanto maior o azar do azarado zero, menores são as chances de azar catastrófico ao grupo (uma vez que tal evento deve se adequar ao tamanho do grupo, e quanto mais catastrófico o evento, menores suas chances.), contudo, mais catastróficos os eventos possíveis serão… ou não?…

o.o


Nicolas
27/7/2010 , 14:17

O fator ultrapassagem em viadutos deve ser considerado para efeito de cálculos, uma vez o motorista teve a incrível idéia de ultrapassar outro ônibus encima do viaduto o.O, daí o velhinho do outro ônibus não teve dúvida, imprensou o meu ônibus na murada do viaduto, quase que o ônibus virava, mas como eu estava a par das teorias azarônicas rezei em um microsegundo 20 vezes um mantra indiano e felizmente ninguém morreu.

Na real só fui perceber 1,5 segundos que o onibus ia se estrepar.


Caveira
27/7/2010 , 19:44

Opa! Deste assunto eu entendo! Afinal, trabalho justamente no orgão público que regula esta bagaça toda (transportes terrestres).

E vou dizer pra vocês: tem cada acidente feio que dá medo até de olhas as fotos!

@QF, meus parabéns! As conclusões teóricas a que você chegou refletem fielmente os dados experimentais recolhidos na análise deste tipo de acidente (sim, já fiz este tipo de levantamento e, não, não estou brincando…).


Raphael
27/7/2010 , 21:16

Boa a análise, mas acho que faltou uma importante variável. Se a viagem é em mão dupla ou pista dupla.

Se for em pista dupla concordo com o fato do lado direito dianteiro ser ligeiramente mais perigoso pelo motivo que vc já explicou.

Porém se for uma pista de mão dupla o risco maior numa colisão dianteira é o lado esquerdo.


Knapas
28/7/2010 , 01:50

“pessoas estranhas que adoram puxar conversa”

sempre me encontro com esse tipo de gente.É como um imã.

Algumas pessoas não sabem apreciar o silencio.

Sabe, eu não sou do tipo de pessoa qua gosta de conversar às 5h da manhã ….isso é horário de dormir !

Pessoas que gostam de conversar de madrugada , mesmo sabendo que a maioria das pessoas estão dormindo enquanto vc viaja por horas pra ir estudar e depois trabalhar ….são psicopatas.


Roberto Camara Jr.
28/7/2010 , 02:21

Putz!
Eu deveria saber disso na época em que viajava pelo menos 2 vezes ao ano de Salvador para todo o canto do país nos antigos “semi-leitos”, onde a cadeira movia de 90 para 85 graus, no máximo!

(pense no que era viajar até Porto Alegre assim, com o povo fumando no ônibus!)…


Alline
28/7/2010 , 02:26

Adorei o post, fazia tempo que vc não postava XD~
humm nem me fala de onibus e viagens, eu faço ufscar e minha cidade natal é em minas, só tem um onibus que vai pra minha cidade e ele ainda para em tudo quanto é lugar e ele vem lá de não sei da onde de sp até bh u_ú (motta maldito), é comum encontrar no onibus vomitado, pessoas com galinha (o moço tava levando uma galinha no colo O_O) essas coisas, pior que eu tbm não consigo ler no onibus então tenho que aguenta 4h de viagem boiando … eu não consigo durmi em onibus x_x” masssss pelo menos os lugares que eu mais compro em onibus são 21,22,23 e 24 XD~
Desculpa pelo comentário e enorme e reclamando da minha viagem.
abraço o/
e faça mais post *—–*


QF
28/7/2010 , 12:36

@DukeGod Você continua fazendo esses experimentos perigosos né?
HUuhauhahuahu…

@Raphael Devem ser em ônibus novos… ou pode acontecer aquele fenômeno de campo azarônico anulado, como em:
http://efeitoazaron.com/2009/01/05/como-comecar-o-ano-novo-com-muita-sorte/

@Nicolas Humm… sei la, eu diria que são as que mais pulam! UHuhahua Mas vou testar numa próxima vez!
Sobre as frases aleatórias, acho que tem quase 200 frases. É difícil vc ver uma em particular. Mas deve ter algo sim…

Caramba, vc já esteve em um acidente de ônibus??? =o

@quasebiologa Não sei te responder, nunca consigo ler em busão! =(

@Daniel Você concluiu corretamente… “o sujeito azarado, pela própria natureza do azar, se encontrara sempre o ser mais azarado do ambiente em questão não interessando qual o ambiente”
Mas quanto ao escudo que ázarons, que tal esse método:
http://efeitoazaron.com/2009/01/05/como-comecar-o-ano-novo-com-muita-sorte/

@Caveira =o Assim vc me assusta…
Valeu cara!! HUuhauhauhahu é o nosso normal ficar pensando nessas coisas né?

@Raphael VERDADE!! Isso é extremamente importante!
Concordo plenamente… os azares laterais iam mudar.

@Knapas Eu tb tenho esse problema. Elas sempre vem falar comigo!
Psicopata?? =o

@Alline Muito obrigado!! =D
Ônibus com galinha? Isso parece coisa de filme! Uuhahuahua
E pode reclamar da viagem, vim pra cidade dos meus pais ontem…
e a viagem foi um inferno! Vou até postar! Hunf…


Nicolas
28/7/2010 , 13:08

E porque a porra do motorista sempre se salva, apesar de estar numa área de alto perigo?!


Nicolas
28/7/2010 , 13:24

Fui ler sobre Lagrange, mas um matemático-físico louco.

Tratava o corpo dele como uma “máquina” em busca da regularidade perfeita.

Aff… Deus só pode ser físico, eu nasci no mundo errado! Tudo aqui é regular e ditado por leis matemáticas e físicas!

Era pra esse mundo ser recriado com base na biologia e na química!

Há médicos oftalmologistas que recomendam não se ler em viagens terrestres sob risco de descolamento de retina ocular.


Business Equipment Leasing
28/7/2010 , 21:14

Acho que dados sobre colisões verticais envolvendo helicópteros, aviões, meteoros e hovercrafts desregulados podem ser evitados mesmo, principalmente pq numa colisão dessas não sobra muita coisa do busão pra que o azar seja quantificado….Sei que, de acordo com o meu azar pessoal: se uma mesma garota linda e maravilhosa compra SEMPRE a poltrona 1 do busão, a ÚNICA vez que eu consigo comprar a poltrona 2 resulta em um canhão do meu lado, e a garota linda e maravilhosa indo de carro pra casa -_-”Fora essa, já estive num ônibus que deslizou e encostou em um barranco, qdo foi tentar passar por uma estrada de terra (nao lembro pq diabos o motorista teve essa brilhante idéia)…saí pela janela e fiquei acompanhando uma operação T.A.T.U. de escavação pra tirar o bus do lugar…Ah, eu eliminaria a poltrona 22 em alguns casos, já vi busões com uma TV sobre essa poltrona…e, bem, sempre existe a possibilidade da TV ser uma fiel seguidora da lei da gravitação universal, ou então vc pode ser um passageiro distraído e que levanta com pressa…isso definitivamente vai doer.
+1


Danillo
29/7/2010 , 12:06

Já ajudaria muito se todos usassem o cinto de segurança nos ônibus..


QF
29/7/2010 , 12:21

@Nicolas Isso não é sempre verdade não… pergunta pro @Caveira pra vc ver! ^^ Ele tem dados! ^^

O sobre o que você falou “mundo ser recriado com base na biologia e na química”… ela já não foi?? HUhuauhahu Física, Quimica, Biologia… estão sujeitas as mesmas forças fundamentais… são abordagens diferentes da mesma coisa.

@Diogo “Há médicos oftalmologistas que recomendam não se ler em viagens terrestres sob risco de descolamento de retina ocular”
Que medo… então que é sorte não conseguir ler em busão??

@Danillo MUITO bem lembrado!!!

“Já ajudaria muito se todos usassem o cinto de segurança nos ônibus..”

Eu tinha pensado em escrever isso.. mas acabei esquecendo.
Pra mim é automático! Entro em qq veículo… CINTO!


DukeGod
29/7/2010 , 14:04

@QF eu sou um adolescente semi-psicopata entediado de 17 anos.O que voce esperava que eu estivesse fazendo?Estudando?Convencer uma pessoa q ela acaba de beber nitroglicerina eh algo bem mais interessante.Infelizmente o efeito placebo nao tem efeito pq eles nao parecem explodir


QF
29/7/2010 , 14:58

@DukeGod experimente dar nitroglicerina pra elas e levá-las no “carrinho de bate-bate” (ou tromba-tromba como chamamos la de onde eu venho)


Nícolas
29/7/2010 , 15:53

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Morri de rir com essa do bate-bate Qf


Nicolas
29/7/2010 , 16:02

Verdade, o caveira tem dados! A taxa de morte dos motoristas é realmente elevada caveira? Sempre quando assisto um acidente, quase todos morreram e o motorista não só saí ileso como foge da cena do acidente.

E quanto ao mundo ser recriado QF, já filosofei muito sobre isso, realmente a três ciências são abordagens diferentes de um mesmo universo. Mas o modo como a química e a biologia se “expressam” é bem limitado;

A física abrange tudo, tudo que existe é passível de uma abordagem física, mas nem tudo é passível de uma abordagem química e biológica, se é que me entende.

A biologia é uma ciência que difere das outras por analisar informação, matéria transformada em informação.

E a química por analisar as especificidades das interações atômicas, seja na orgânica na físico-química ou atomistica.

O recriar que digo, pra mim, seria que os fenômenos químicos e biológicos estivessem em todos os aspectos do universo, e com a mesma abrangência e força que os fenômenos físicos.

Esse seria meu mundo ideal =), são sim abordagens diferentes da mesma coisa, mas alguns tipos de fenômenos ocorrem mais profusamente que outros.


Nicolas
29/7/2010 , 16:05

Fenyman aborda isso num livro dele, das relações da ciências e da abrangência delas.


Caveira
29/7/2010 , 17:04

@Nícolas e @QF, sim é verdade… O nº de motoristas que morrem em acidentes de ônibus (colisões frontais) é MUITO superior aos dos que sobrevivem. E os que sobrevivem normalmente ficam seriamente feridos.
A quantidade dos que escapam sem nenhum arranhão é simplesmente ínfima…
E se vocês pensarem que os ônibus mais novos tem o assento do motorista em nível bem mais baixo que o dos passageiros, dá pra imaginar que a situação é ainda pior pra eles…

@Aline, aconteceu aqui em BsB, tem coisa de uns 5 ou 6 anos, um caso parecido:

Fiscal: Mas minha senhora, a senhora não pode embarcar com uma galinha no colo.
Passageira: Moço, eu preciso levar ela! Estou indo visitar a minha mãe lá em (não vou divulgar a cidade…) e estou levando a galinha pra ela.
Fiscal: Porque a senhora não prepara esta galinha aqui mesmo e depois que chegar na cidade da sua mãe compra outra?

Passageira: O QUE!!!! MATAR A GLORINHA??? ELA É MINHA CONFIDENTE!

E começou a chorar, compulsivamente…

(e não é estória não… é fato verídico…)


Caveira
29/7/2010 , 17:08

@Nícolas, “Fenyman aborda isso num livro dele, das relações da ciências e da abrangência delas.”

Exatamente. Feynman Lectures on Phisics, vol1, cap1.

Livro fantástico!


Caveira
29/7/2010 , 17:22

Pessoal, eu quero aproveitar que estamos falando sobre acidentes e pedir um favor a TODOS os que utilizam ônibus interestaduais.

Um dos principais motivos de acidentes (se não for o maior…) é o cansaço do motorista. POR LEI eles não podem dirigir por mais de 8 horas consecutivas, tendo que ser substituidos.
O problema é que muitas empresas “esquecem” deste detalhe e obrigam o motorista a fazer jornadas de 10, 12 e até 14 horas direto.

Se algum de vocês perceber que um motorista está dirigindo por mais de 8 horas, anote o nome da empresa, número do ônibus, dia e horário da viagem, entre em contato com a ANTT pelo endereço https://appweb.antt.gov.br/faleconosco/ e DENUNCIE!

Podem também ligar no 0800-610300, 24 horas por dia, 7 dias por semana.


chronos
29/7/2010 , 19:49

To me sentindo menos nerd agora…..
hauhauahauh
@caveira: Mew… tem umas historias q parecem 2… eh realmente TENSO!!!!!
ond eu acho esse livro? tem editado em portugues?

@QF: VOLTEI!!!!!
espero ler mais aciduamente e comentar mais…
Estive todo esse tempo desenvolvendo uma nova arma de destruição em massa…
é uma fusão entre raio da morte e raio de profusão azarônica por fusão a frio.
Ele é movido a meleca de nariz e chiclete mascado…
agora irei dominar o mundo!!!!!
MUAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
a fuinha q se cuide…
ela já está na minha mira!!!!!!!!


Caroline Cardoso
29/7/2010 , 23:47

te entendendo perfeitamente. nas minhas viagens de sp até a unicamp tbm sempre penso nisso pq tbm passo mal em onibus, e as vezes passo tao mal que nem dormir eu consigo. aí só resta pensar em besteiras como “viajando toda semana, em qto aumenta minha probabilidade de morrer em acidente de onibus?”

ps. haha…a cantina da física é a melhor! sempre almoço lá. unicamp rooocks!


Henrique Barros
30/7/2010 , 04:19

Pensando bem QF acho que o fato dos lugares 24 e 22 serem os melhores para acidentes comuns faz deles os piores para acidentes incomuns !!! Meteoros , quedas de Avião , Bombardeiros e coisa do tipo !


DukeGod
30/7/2010 , 13:02

QF,o que aconteceu com o seus calculos se o onibus virar um Robo Gigante e se juntar a outros varios para formar um Megazord?(Isso deve ter acontecido em pelo menos UM zord dos power rangers o-o),e se ele voar para o ano 40k e tudo acabar que nem em Warhammer?


Caveira
30/7/2010 , 13:15

@chronos, me manda um mail em golpedemartelo_at_gmail_com. Eu só tenho em inglês, mas sei que foi publicado em português também (acho que o título era “Lições de Física de Feynman”). São 3 volumes.


Faok
31/7/2010 , 01:15

E por que os ônibus só se acidentam em ribanceiras??


Prof Gomes
2/8/2010 , 18:53

Viajo toda semana, Gostei da resposta.


DukeGod
3/8/2010 , 02:24

UM PROFESSOR O_O
DESCONECTE A INTERNET!!! Não, melhor ainda: DESLIGUE SEU COMPUTADOR!!! Corte a energia elétrica da sua casa!!! E CORRA COMO UM LOUCO!!!! Corra criatura, corra desesperadamente, corra alucinadamente, corra aterrorizadamente! Mas CORRA MESMO, até seus joelhos sangrarem, seus ossos quebrarem e seus pés queimarem, mas o importante é: CORRA CRIATURA!!! CORRA PRA CARALHO


chronos
3/8/2010 , 13:45

Neurose?


QF
5/8/2010 , 20:32

@Nicolas e @Caveira É, o livro de feynman é espetacular!
Física devia ser ensinada daquele jeito, relacionando ela com o mundo… não do jeito que vemos: listas, listas, listas… essa coisa mecânica…

@Caveira:
“Passageira: O QUE!!!! MATAR A GLORINHA??? ELA É MINHA CONFIDENTE!”
HUAUHAHUAHUAHUHAUHUAHUAHUAHU Isso vai virar frase aleatória!

@Chronos Cuidado com o ibama!! =P

@Caroline Olha, aumenta e muito! É melhor escolher a 24 mesmo!
Poo vc almoça lá?? Eu como lá as vezes! A gente já pode ter almoçado juntos… sem saber!! HUahuuhauh

@Henrique É, estamos considerando situações humanamente toleráveis de azar!^^

@DukeGod Nunca pensei nessa possibilidade… dos zords e tal!
Mas ai era bom ficar longe da onde é o pé, né??

@Faok Pra ter pra onde ele cair…

@Prof. Gomes Valeu prof! =D

@DukeGod Calma cara… aqui não tem perigo!!
E outro, se ele curtiu o post… é sinal de que vc não tem que se preocupar! ^^


QF
5/8/2010 , 21:31

Ah!! Amanhã vou contar como foram minhas viagens nas ferias… ou melhor, “ferias” hehehe


caiomz
6/8/2010 , 10:56

Tirinha nada a ver com o post, mas acho que muita gente aqui conhece a história da arvore caindo no meio da floresta e blablabla http://explosm.net/comics/2132/
HAhuAUH


Raphael Barboza
6/8/2010 , 12:28

uahsuahsuahs =P, li essa tirinha há 5 segundos atrás =P

=)

[...] para vocês verem como as coisas são…. se eu não tivesse escrito um post sobre o tema “azar em ônibus” recentemente, talvez isso nunca tivesse acontecido. Mas [...]


Rafael Reis
4/9/2010 , 15:01

Isso quando não me sento do lado de pessoas estranhas que adoram puxar conversa ou de crianças soterradas em sacos de biscoito de polvilho que alegam ser astronautas.
UAHSUHAUSHUASA


albert guedes
8/9/2010 , 15:32

Eu já sabia ¬¬

Sempre sentei no meio do ônibus, no começo por que o momento angular médio devido aos solavancos, no meio dele é menor ( quem senta na frente ou no fundão está mais sujeito a encostar a cabeça no teto ) com o tempo e as sucessivas experiências com motoristas que ignoram a física dos choques mecânicos, as leis de trânsito municipal e o bom senso – a gente percebe as vantagens de ficar no meião.


caio barros
22/9/2010 , 00:17

O problema de transformar esse cálculo em um modelo 2D é que você desconsidera a periculosidade de queda das bagagens acima do passageiro, o que inclusive é mais comum nas poltronas do meio e principalmente do corredor. Por isso eu acho que esse seu experimento é inexato e só através de uma simulação 3D poderemos saber o perigo de cada poltrona.


QF
22/9/2010 , 02:08

@caio barros Então, mas se for considerar a queda de bagagens, o meio é bem menos afetado por 2 motivos: 1. o @Albert citou, os solavancos no meio são de menor intensidade. 2. Mais pro meio do onibus existem aqueles dutos que direcionam o ar condicionado para cada poltrona e ele limita o espaço para bagagens, especial no meio do ônibus.
Enfim, de qualquer forma… estamos ferrados! O lance é saber quando estamos… um pouco menos ferrados! Hehehe

[...] …OS MELHORES E/OU PIORES ARTIGOS DE 2010 Qual a poltrona mais segura para se sentar num ônibus? [...]


WANDERLON BATISTA
5/1/2012 , 01:14

DESDE CRIANÇA SEMPRE VIAJEI NA POLTRONA 35, SEMPRE SEMPRE, OU ENTAO NA POLTRONA 39


Bruno Sanchuk
10/1/2012 , 18:21

Droga comprei o acento numero 34 PR rumo a SP se eu naum postar dinovo aqui diz pra minha mae que eu amo ela.


Alex
30/10/2013 , 18:18

Costumo comprar a 13. Quando já está ocupada a 17, a 09 ou a 21 (ou qualquer outra na janela, do lado do motorista).

Li em um comentário sobre a “moça da poltrona 01 que quando vc finalmente compra a 02 senta um canhão na 01″. Meu fator de azar é assim. E eu quase sempre atraio crianças barulhentas para uma poltrona perto da que estou, ainda que eu sente lá no fundão.


Faça um comentário! Mas antes...

...saiba que:
O sistema de comentários do Efeito Ázaron é um espaço para os leitores publicarem suas opiniões e comentários relacionados ao conteúdo. Todo e QUALQUER texto publicado nos comentários por terceiros não reflete a opinião do site e é de exclusiva e integral responsabilidade do leitor que o escreveu.
Ao comentar aqui, o usuário concorda que SEU texto é de SUA responsabilidade, e não do site.