Científico

Como começar o Ano Novo com muita SORTE!


Nada melhor que começar o Ano Novo com o pé direito né?

O azar sempre foi um assunto recorrente aqui no Efeito Ázaron. Desde o inicio do blog, muito estudos sérios e experimentos sobre essa manifestação da natureza foram realizados, levados a seus extremos e analisados minuciosamente. Desses esforços, surgiu a Teoria dos Ázarons que explicou com grande precisão todos os fenômenos físicos envolvidos no azar. Mas algo nessa Teoria incomodava a muitos… era a assimetria que não permitia a existência de anti-ázarons (ou sórtons como foram apelidados)

Infelizmente, o Universo é assim. Parece que não existem mesmo partículas associadas a sorte apesar de alguns cientistas ainda manterem seus esforços e investimentos na sua procura, principalmente utilizando o LHC. Essa busca é incentivada por constatações experimentais de que a sorte, se manisfesta em pequenas regiões do espaço e por curtos períodos de tempo. Mas isso é um erro de interpretação.

Como vimos, na Teoria (posts anteriores), a sorte realmente não está associada a uma “partícula da sorte”, mas vocês podem ser perguntar: Como se explica o fato de algumas pessoas terem muita sorte? As vezes até… por várias vezes seguidas?

A solução desse problema é de crucial importância para validar a Teoria e sua resposta me veio em um sonho… um sonho erótico… muito quente… com mul… ops…
Voltando… o que acontece é o seguinte: Uma pessoa ou objeto azado, como sabemos, distorcem o espaço a sua volta e funcionam como um atrator de mais ázarons. No entanto, quando temos um sistema de dois corpos azarônicos a situação se modifica e temos o surgimento de uma ou várias regiões privilegiadas no espaço.

Supondo os dois corpos azarônicos em repouso, a região entre eles, acaba ficando com uma densidade de ázarons por volume muito baixa, uma vez que os que estariam ali já teriam sido atraídos para os corpos azarônicos próximos. Sendo assim, essas regiões tem pouca interação com ázarons e faz com que a “sorte” se manisfeste ali. Abaixo temos um exemplo com uma cadeira e um boneco voodoo:


Campo de Sorte gerado por dois corpos azarônicos em repouso

 
Para o caso de corpos em movimento, a coisa fica realmente complicada. Mas o legado da Física nós fornece ferramentas… por exemplo: para dois corpos azarônicos orbitando um ao outro, temos as soluções de Lagrange que determinam as posições onde a atração de ázarons e a força centrípeta se igualam, dando originem a cinco regiões ou pontos de Lagrange, que nesse caso viram pontos de Lagrange-da-sorte. =D

Se você é azarado e tem um objeto ou amigo que também é, pode fazer um experimento em casa, utilizando os resultados de Lagrange, e gerar potencias de sorte estáveis ao correr em volta do outro objeto azarado (é claro, obedecendo as leis de Kepler). Lembre-se de que eles também se movimentam na orbita!

Sendo assim, o tempo todo estamos sujeitos a passar por esse tipo de região: no mercado, na rua, na faculdade… e devido a grande quantidade de pessoas, objetos e nossa falta de conhecimento sobre os atratores de ázarons presentes, fica impossível determinar essas regiões.

Isso também explica as famosas “marés de sorte” que podemos ter. Provavelmente um desses pontos passou por você ou existem vários desses por onde você frequenta. Também explica o foto de Anônimo (dos podcasts) sempre tirar 6 nos dados quando joga WAR comigo e o Cafetron, acho que ele sempre senta num desses pontos.

Bem, por enquanto é isso! Logo trarei mais resultados fresquinhos sobre meus estudos azarônicos… Um grande abraço a todos e feliz ano novo sem azar!!

=/

 
Leituras recomendados:

A definição do azar
Motores perpétuos de ázarons
Mas.. o que são ázarons?
Minas terrestres de ázarons




27 especialistas já comentaram!

  1. Os ázarons são fodas… e engraçados tb:

    Sorte de hoje: Jogue com esses números na loteria: 5, 12, 39, 43, 62, 87

    62 e 87 não tem!! =(

  2. Malditos azarons: espero que se mantenham longe de mim nesse ano 8(

  3. Diogo

    Feliz Ano Novo QF!!
    É alguem deve ter me jogado uma bomba de azarons no dia 31 pq caiu a maior chuva na hora de eu ir embora que quase que eu nao chego a tempo em casa pra virada pq fiquei ilhado na empresa…
    Espero que no dia 31 de dezembro desse ano nao aconteça isso denovo.

  4. @Diogo Cara… dia 1, a gata da minha mãe me arranhou no nariz! =(

  5. Diogo

    @QF bwwuahuahuahua que coincidencia, minha gata tb arrancou um teco do nariz da minha mãe só que foi sábado =D

  6. Depois destas explicações, tudo faz sentido. Já sei onde devo estar na hora de fazer as provas ou jogar WAR.

  7. Vejo uma falha na sua explicação. Se ázarons são atraídos por outros ázarons, mesmo os do centro, antes de serem atraídos pela cadeira e pela boneca de voodoo estariam atraindo a si mesmo, se mantendo naquela posição, e, dependendo da velocidade e da ordem em que a cadeira E a boneca de voodoo chegam, pode desestabilizar os ázarons, mantendo um dos corpos livre deles. O que seria ótimo, podendo nos colocar em toda uma teoria onde poderíamos passar ázarons para os inimigos nos posicionando corretamente, virando assim “sórtons” e prejudicando quem nós pretendemos.

  8. hum….preciso convidar dois amigos meus pra prestar vestibular comigo….

  9. @Junnin Sua ideia não está errada, mas os únicos ázarons que poderiam ficar parados… seriam aqueles que estariam exatamente no centro de azar (média ponderada de azar dos dois objetos, como um centro de gravidade). Os outros caíram sobre os corpos azarônicos. Sendo assim, a posição possível para ter uma concentração de ázarons seria o centro de azar, porém esse ponto é um ponto de equilíbrio instável, qualquer perturbação os faria cair sobre um dos corpos em questão. =D

  10. sampa

    E eu me matando de estudar a variação da entropia, mecânica estatística, microestados e macroestados aplicados aos ázaron!!
    Um dos principais resultados do meu estudo, é o princípio de que sistemas isolados tendem à desordem e o ázaron é um fator dessa desordem!

  11. @Sampa Yahoooo!! =D Demais…
    A comunidade científica está abraçando a Teoria dos Ázarons! Já estão até produzindo papers em cima dela! =D

  12. Candyman

    hoje eu tive que pegar o ônibus e voltar pra minha cidade duas vezes pq eu esqueci de pegar o comprovante de pagamento do colégio… precisava deles pra pegar os papéis da matrícula da faculdade… Eu tive que ir de uma cidade pra outra… DUAS VEZES. Por causa de um ERRO NO SISTEMA, causado por ÁZARONS com BERSERK PACK. Mas bem, deu certo e agora eu vou pra faculdade de Mecatrônica. AHAHAHAHAHAHA sou bom.

  13. Pri

    Fui atingida por uma avalanche de azarons durante todo o ano. E no dia 31, pro ano se despedir em grande estilo, a barraca de cachorro-quente-porções-e-demais-comidas-jesus-me-chama-de-praia da dona da casa onde eu estava hospedada pegou fogo…com as minhas coisas embaixo!
    Quer mais azar que isso?
    Não manjo nada de fisica, por isso nessas horas eu apelo pra Allah, Buda, Nega de Xerem, enfim, qq um que possa me libertar dessa sina. Se a fisica puder ajudar eu apelo pra ela tb, obrigado

  14. QF, uma dúvida: dá pra dizer que o campo azarônico é análogo ao campo elétrico? Por exemplo, se a gente “eletrizar” uma bola oca, a carga elétrica se concentra no exterior da esfera, fazendo com que o campo elétrico dentro dela seja nulo. Então, se a gente “ázarôniasse” uma grande esfera oca, os ázaros ficariam concentrados no exterior da esfera, gerando um campo de azar nulo dentro da esfera? Dá pra criar uma “grande esfera oca da sorte” desse jeito, ou os ázaros não são tão bonzinhos assim?

  15. Duvido que tentar manipular os ázarons dê certo.
    Eles vão se voltar contra você quando você menos esperar.

  16. Mendes

    nesse video vc pode ver o q acontece se vc tenta controlar os azarons
    http://www.break.com/index/worlds-most-predicatable-faceplant.html
    no começo ate da certo mas depois eles voltam com mais força

  17. Chronos

    poh…
    e eu pensei q ia posta no começo…. =\
    sao os azarons…chisdê

    @QF: me responde uma pergunta…
    basicamente vc dic q os corpos azarônicos funcionam como buracos negros certo?
    se isso é verdad, quando os dois horizontes de eventos se encontram, deveria haver uma linha de azar, ja que a força de atração dos dois corpos se anularia…
    ai depois vc teria realmente a area de sorte, porém uma forma elipsoide nao descreveria melhor a não distribuiçao d Azarons???
    =/

  18. Angus Musashi

    Caramba, deixei de ser nerds. Não entendi o post, hehehe.
    De qualquer forma, parecia ser interessante. Parabéns QF.

  19. Guilherme

    Então é possivel fazer um “campo de sórtons” usando materiais com maior capacidade de atrair ázarons, como a manteiga? Afinal, se passarmos manteiga no biscoito, ocorre uma alteração no campo de ázarons, que passam para o lado da manteiga, tornando o outro lado mais sortudo, ou com menos concentração de ázarons…
    Logo se eu passar manteiga no lado de fora da minha casa, o azar fica fora dela??

  20. @Candyman e @Pri Meu… vocês estão bem de azar hein? Caramba… a coisa ta feia. Mas fiquem tranquilos, ainda estou estudando meios para reverter isso! =D

    @Enrique Mais ou menos… seria legal estudar melhor essa sua ideia! Afinal.. uma esfera oca de sorte seria algo muito interessante! =D (principalmente se a gente puder entrar dentro)

  21. @Jota Pê Você está certo… manipular eles é uma coisa perigosa! Vide o post das minas terrestres. Mas nesse caso… não estamos manipulando eles diretamente, por isso.. é…. MEIO seguro! UHauhhua

    @Mendes HUuhauhahuahua… o musica do top gun de fundo ficou demais! UHahuuhauha
    Mas.. a pergunta que não quer calar é…. PQ DIABOS ELE TAVA FAZENDO AQUILO? uhuhahua

    @Chronos Não entendi nada do que vc disse =( Hahua

  22. @Angus! Valeu pelo apoio! =D HUauhuha…

    @Guilherme Manteiga é um ótimo material azarônico para se trabalhar. Já usei manteiga para esculpir peças para experimentos com ázarons… os resultados são ótimos!
    Mas nada garante que não existem focos de ázarons dentro de sua casa.. isso poderia comprometer totalmente o isolamento.
    Mas isso é teoria ainda… assim como a ideia de “Gaiola de QF” para manter ázarons fora. HUuhauhahu

  23. Mendes

    bom como nao da pra entender bem o audio tirando o tema de top gun entao eu presumi que deve ser um estudo de azarons msm
    eles devem ter passado manteiga em volta do local q eles estavam que era um esfera que acabou ficando caregada com azarons do lado de fora entao ele pulou as duas vezes que deram certo mas os azarons colapsaram e cairam sobre si msm formando azarons ainda mais fortes antes desconhecidos causando a queda no final…
    eu acho neh

  24. Guilherme

    @QF Talvez se usarmos gatos, que são extremamente sortudos (caem de pé, sete vidas, entre outras façanhas…), seja possível anular a ação azarônica dentro da Gaiola… Claro que antes é preciso fazer testes com diferentes tipos e cores de gatos.

  25. Depois que comecei a ler seu blog fiquei mais azarada, há alguma explicação física pra isso?
    Mas tenho certeza que no dia 31 vc teve sorte e estava em uma bela companhia, foi o queminha bola de cristal quantizada me mostrou…kkkkk
    Beijos sortudos

  26. Rodrigo Furlan

    Hasta la vista #########… ops…. QF….rs
    Muito bom a parte da explicação de Lagrange… e de Hepler tb… ahuauhuhauha

  27. Cara, pensei numa coisa.
    Castelos de cartas são extremamente azarados. Eu não entendo muito de física, mas a minha teoria é de que quando as cartas se tocam usando mais as pontas que o corpo, elas atraem mais Ázarons por algum motivo.
    Agora, se eu colar o castelo de cartas, ou melhor, colar vários deles, e colocá-los ao meu redor, eles atrairão os meus ázarons e farão um campo de sorte!

Faça um comentário...

*Atenção! Letras pequenas! Aviso importante: O sistema de comentários do Efeito Ázaron é um espaço para os leitores publicarem suas opiniões e comentários relacionados ao conteúdo. Todo e QUALQUER texto publicado nos comentários por terceiros não reflete a opinião do site e é de exclusiva e integral responsabilidade do leitor que o escreveu. Ao comentar aqui, o usuário concorda que SEU texto é de SUA responsabilidade, e não do site.

Theme by Anders Norén