Faculdade, Ham?

Indicação de leitura: Algumas razões para ser um Cientista


Bem pessoal, depois de um mês muito agitado aqui no EÁ, gostaria de terminar o mês com uma boa indicação de leitura! A leitora Fernanda, que sempre anda comentando por aqui, me indicou um belo material distribuído gratuitamente pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, o livro: Algumas razões para ser um cientista.

Algumas razões para ser um cientistaSe trata de uma reunião de diversos depoimentos e histórias de vida de grandes cientistas, com o objetivo, nada obvio, de incentivar e despertar o espirito científico na criançada/jovens/ultra-jovens/adolescentes/ pré-adolescentes. Ainda não pude conferir o material com a calma que gostaria, mas já está na fila de leituras do QF.

Links para download do livro: Link 01, Link 02 e Link 03 (orra, nenhum dos outros 2 funcionou?)

A chance de você encontrar algo sobre o QF nessa publicação é tão nula quanto a chance de sermos colonizados por frangos alienígenas do futuro, mas se você tem curiosidade de saber como acabei me interessando pela Física, aqui vai uma historinha resumida…

A culpa por ter ingressado nesse meio, certamente não deve ser creditada aos meus pais[1]… porém, mesmo contrariados, eles sempre me apoiaram (parece paradoxal né? Mas um Físico tem que se acostumar a essas coisas mesmo).
Tudo começou com minha infância recheada de desenhos animados e sentais, acho que posso dizer que grande parte da minha personalidade foi construída pela TV. Tudo que envolvia ciência, dispositivos super avançados, cientistas, robôs gigantes, naves e naves que viravam robôs gigantes me interessava!! Daí, meu título de nerd surgiu naturalmente e logo me vi todo dia na biblioteca da escola lendo a revista superinteressante durante o recreio enquanto as outras crianças corriam e brincavam.
Mas isso tudo foi uma questão de estímulo, acredito que a característica principal para ser um cientista/pesquisador esta dentro de cada um de nós, que é a curiosidade/vontade de saber como as coisas funcionam e a capacidade de visualizar relações, é claro… com diferentes enfoques, áreas e peculiaridades presentes em cada um.

Conserto de malas e consultoria de discos voadores
Tudo está interrelacionado!! Tudo…

Nem sempre quis ser um Físico, tanto que o primeiro vestibular que prestei foi para Desenho Industrial! Felizmente não passei, pois hoje sei que EU não conseguiria viver de desenhar por obrigação, tendo que satisfazer os gostos de clientes e não os meus[2].
Depois, durante o cursinho… descobri essa profissão, fui me interessando pela área e acabei aqui! Ainda com dúvidas sobre qual ramo seguir, educação ou meio acadêmico (eca), mas feliz por conhecer um pouco mais sobre o lugarzinho onde vivemos e por ter contribuído para avanço das ciências com a descoberta dos Ázarons!

Se você gostou (ou não) dessa história, fiquem tranquilos… no livro existem histórias infinitamente melhores e mais empolgantes[3].

Gostaria de agradecer a Fernanda por ter enviado a indicação do livro, juntamente com a foto acima (que arrumei um jeito de fazer aparecer aqui no mesmo post[4]!)
Abraços galera!

=/

Notas do Autor:

[1] “Filho, ainda tem tempo de fazer/mudar pra engenharia” (Papai do QF)
[2] Cliente: Não gostei dessa curva aqui, e se fosse assim? Talvez reduzisse custos na hora de…
QF: QUER DESENHAR VOCÊ?? QUER? HAM? ENTÃO TÓ!!!
[3] Achei melhor tirar os detalhes picantes da minha história pra manter a Classificação Livre para o público. HUauhuahuuha
[4] Viu? O Físico vê relações entre as coisas!!




21 especialistas já comentaram!

  1. Brontops

    Torço por vc, QF.
    Seja lá o que vc resolver seguir (pesquisa, dar aula, prestar concurso, contruir Transformers a partir de um Fusca 73 e duas calculadoras chinesas de camelô) espero que vc continue assim bem-humorado.

    Curiosamente, aprendi muito mais sobre física depois que saí da escola do que nela.

    Adoro ler sobre ciência e sua história, mas reconheço que é preciso jeito para coisa. Li “Universo Elétrico” que conta a história da descoberta da eletricidade e de algumas das invenções decorrentes… Já achei um site (em inglês) comentando as maiores batatadas que já se falou sobre astronomia em filmes e documentários…

    Não sei se vc já fez um post sobre isto, mas seria legal colocar links sobre divulgação científica para leigos e burrões confessos (como eu).

    Abs

  2. Eu descobri que minha vontade de ser físico, na verdade, era uma vontade de ser engenheiro ambiental enrustida. Mas os anos que eu fiz a graduação de física me serviram pra muita coisa: hoje eu posso complicar e deixar mais legal o que os engenheiros limitados e retrógrados tentam tanto simplificar.

    Só não fiz engenharia da computação também pelo mesmo motivo que você: odiaria passar o dia sentado num cubículo programando *obrigado*. Bom… hoje eu sei que não é bem assim, e formandos em eng. da computação não ficam em cubículos, mas em salas espaçosas com monitor LCD tirando partidas multiplayer de Trackmania Nations 2 com o chefe :( Ai ai…… MAS TENHO CERTEZA QUE FAZER ISSO FORÇADO É ENTEDIANTE!!!

  3. Esqueci de dizer… eu queria ser como os Vilões do 007!! Conquistar o munnnndo!! Muuuhuauhauhauhauha!!!

    *Só que eu não ia deixar o 007 quase-morto sempre… pra depois me dar mal!

  4. Hehehe pode deixar! Humor não falta aqui…

    Agora, sobre divulgação científica séria, a melhor fonte mesmo é o EÁ! Muuuuauhauhauhauhauhauhauh!!

    =/

  5. Nada

    Interessante, o motivo pelo qual eu vou fazer física é porque eu queria voltar no tempo (sério) e conquistar o mundo, e garotas.

    Ps: Meu pai também me falou aquela frase da engenharia.

  6. Qf, cê pretende se professô?

  7. Por que não? Hehehe
    Ainda não sei…

  8. Algo como o Ernst Stavro ou Boris Grishenko (:D) AUHAUAUH

    Essa idéia de conquistar o mundo me lembro o Cérebro:

    ” Pinky:- O que vamos fazer amanhã a noite, Cérebro?

    Cérebro: – A mesma coisa que fazemos todas as noites, Pinky… Tentar conquistar o mundo! ” HoHoHo

  9. Fernanda

    Ai que emoção! Minha foto! =D
    É… acho que preciso LER esse livro umas mil vezes pra ver se me decido, no meu caso “Mestrado ou Mercado?”
    Talvez a placa não seja o acaso… melhor eu ir lá me consultar!
    huahuahuahuahauahuahauahua

  10. Sem querer falar mal, mas já falando. Eu acho que existem mais razões pra NÃO ser do que pra ser uhauhauhauhauhauh QF, descreva como é a faculdade de Física, talvez me faça mudar de opinião. Pq eu imagino que seja um monte de malucos discutindo sobre coisas malucas para chegar a conclusões contraditórias sobre algo inútil (que, provavelmente, não tem nada a ver com o assunto inicial.)

    Os pais de vcs não apoiam, mas o meu até me sugeriu fazer Física! Sério uhaauhahuauhauha E isso foi semana passada, ele tá preocupado pq eu não escolhi ainda que curso vou fazer. (Pra vcs perceberem a situação: como disse, ele chegou ao ponto de me sugerir física hhehehe)
    Mas vou fazer alguma engenharia aí. Física especificamente, não. Apesar de achar que combina bastante com meu nível de insanidade

    Outra coisa, é possível ganhar dinheiro sendo físico. Sem ser professor. Pq pesquisador normalmente o cara tem que ser muito fodástico. Acho que é possível que você ganhe mais com esse blog que com sua profissão uhauhauhauhauhauhauh

  11. Lima

    Entendo sua fuga do desenho industrial… mas eu não pensei assim. Achei que podia continuar gostando de pesquisar mesmo virando um pesquisador…Mas isso mata minha pobre curiosidade aos poucos… agora me sinto um peixinho que era o rei do aquário sendo jogado em um mar com baleias e tubarões…

    ——————————-
    “Abra os olhos, amiguinho. Não vai sobreviver com os olhos fechados.”
    “Não posso, estou com medo.”

  12. UHauhuhauha.. pra ele sugerir Física a coisa ta feia né??

    Mas Yuumei, o curso de Física não é essa coisa “lúdica” não… muito pelo contrário, pelo menos aqui parece que mecanicidade de movimentos e pensamento é o que querem!
    É triste… ainda mais pra quem entrou achando que ia poder usar a criatividade o tempo todo! Hunf..

    =/

  13. Se você não sabe… faça como na quântica!!
    Entre em um estado misto de mestrado e mercado! =D

    Ai dependendo da hora da medida, digo.. da pergunta, você diz: mercado ou mestrado.
    HUuhauhauhauhauhauh

  14. Hahahaha!
    Caraca, QF!
    Faz umas edições que eu acompanho seu blog, mas essa foi funda! Hahahahah!
    Eu falo do outro lado da moeda: um quase formado em Design Digital que pretende fazer Física!
    E, realmente, no mundo do ‘desenho industrial’, é o cliente que manda! Hauhahuha… (É, vc não ia se dar bem mesmo! Hahahah)
    Só que já eu, meu caro, pretendo ser apenas professor!

  15. HUuhauhauha só falta você fazer um blog!
    Ops… já tem!! HUauhauhuahhua!

    ^^

  16. DAE QF, grande QF!

    QF, tu é bom demais.

    Seja lá o que escolher, continue bem-humorado que terá sucesso no que for!

    ps.: Se optar por aeronáutica&robótica encontrar-nos-emos.
    NAVES….ahuahauahuahauahauhaau, naves!

  17. Naves.. naves e naves que se transformam em robôs!!
    Ai ai..

  18. Cássio Godinho

    “biblioteca da escola lendo a revista superinteressante”
    OMFG
    Alguma coisa em comum xD

  19. Brontops

    Por acaso, topei com um blog “sério” de divulgação científica. Em português.
    É mantido por um grupo de portugueses: biólogos, matemático, filósofo, químico… É legal. E os portugueses levam bem a sério… Teve altos paus sobre criacionismo, sobre a falácia correlação-causalidade (*)(que desandou pra um bate boca sobre o aquecimento do planeta)…

    Segue o nome:

    http://dererummundi.blogspot.com/


    (*)Eita nominho complicado.

  20. Isa

    Eu gosto mto deste livro, me ajudou mto na escolha pela Física, embora agora eu tenha decidido começar por uma Engenharia, possivelmente Mecanica ou de Materias… pelos motivos ai mto citados: mercado. Não quero ser professora.

    Mas sobre o livro, Recomendo D+!

    Aqueles que estão na dúvida e amam Física, lerão historias emocionantes, certamente serão influenciados, posso dizer que o livro atinge seu objetivo.Livro de cabeceira.Pelo menos pra mim foi certeiro.

  21. Marta celia de Oliveira Bezerra

    Olá pessoal…sou pedagoga e confesso que nunca gostei de fisica,quimica ou matematica, acho que é por que nunca entendi tais disciplinas. Porém confesso-lhes que depois de ler o livro entendi melhor a fisica e achei uma carreira bem interessante, quem se interessa pelo assunto eu recomendo a leitura, pois irá ajudá-los nas suas decisoes.

Faça um comentário...

*Atenção! Letras pequenas! Aviso importante: O sistema de comentários do Efeito Ázaron é um espaço para os leitores publicarem suas opiniões e comentários relacionados ao conteúdo. Todo e QUALQUER texto publicado nos comentários por terceiros não reflete a opinião do site e é de exclusiva e integral responsabilidade do leitor que o escreveu. Ao comentar aqui, o usuário concorda que SEU texto é de SUA responsabilidade, e não do site.

Theme by Anders Norén