Científico

A bactéria é nossa amiga


Lembro de meus 10 anos, quando costumávamos passar carnaval numa casa de veraneio na Região dos Lagos. Nossa diversão era jogar bola descalço no barro e fazer guerras de areia. O normal era sairmos com terra até no ouvido e acordávamos com remela preta, mesmo depois de um banho reforçado antes de deitar.

Quem nunca comeu um biscoito que acabara de cair no chão, mas não sem antes de pronunciar a salvadora frase “o que não mata, engorda”? Pegar baratas e lagartixas com a mão só pra assustar as meninas no primário era um hobby.

O que pode ser mais amoroso e sincero que lambidas do seu cachorro no seu rosto, após chegar em casa depois de um dia de trabalho? E andar descalço, sentindo a terra úmida nos pés – quem nunca fez?

Não, isso não é uma propaganda do novo OMO com micro-bolhas de ação branqueadora. Quero apenas mostrar que muitas coisas que nos dão prazer estão diretamente ligadas ao fato de nos expormos (nunca havia conjugado o verbo expor dessa maneira. Esquisitão!) às bactérias. Mas que eu saiba, ninguém nunca morreu por isso.

Aí vem um doutor no Fantástico dizer que a mesa de uma praça de alimentação é um perigo quase mortal. Falar ao celular é um erro grave! Devemos infectar com álcool antes de atender uma ligação. E teclado de computador? Pior que câncer com metástase seguida de aids e ebola.

Imagino que ele tenha um limpador automático de cus, para ser usado após uma cagada. E para o coito com sua esposa, ele deve passar álcool iodado na perseguida, formando praticamente um campo cirúrgico ao redor do local.

Não sei de onde surgiu essa campanha de caça às bactérias inofensivas, mas esse negócio de sabonete que protege seu filho contra o terrível quintal contaminado e xampu pra equilibrar o PH vaginal está enchendo o saco. Com duplo sentido.

Atenção!! Este post foi escrito pelo Diogo do Esculhambação em comemoração aos três meses de vida dos AOE Blogs, onde fizemos uma troca massiva de postagens entre os blogs participantes. O Quase-Físico escreveu no blog Olhometro.




27 especialistas já comentaram!

  1. A pequena Naninha comia besouros e não morreu por isso!

  2. Ex Fisico

    Bactérias mortais na lambida do meu cãozinho!

    Esse tal de dr. Bactéria (tão imbecil como a emissora que o contartou) não passa de um recalcado, certamente um corno por ser tão fresco!

  3. A exposição a bactérias do dia-a-dia torna nosso organismo mais preparado para combater infecções realmente perigosas…é por causa desses “doutores bactérias” da vida que temos tantas alergias (e fobias) bobas hoje em dia…

  4. 1) genial o post… muito bom
    2) impressão minha ou mudou a sessão de comentários?
    3) impressão minha² ou o cara escreve beeem parecido com o qf…
    quando eu tava lendo a parte do “expormos (nunca havia conjugado o verbo expor dessa maneira. Esquisitão!)”, eu até imaginei..
    -só podia ser o qf mesmo..
    e só depois vi que era outro camagada!
    parabéns

  5. Besouros Nana? Besouros? HUAHUAHUAUHUAHHUA

  6. =D

    Então cara.. tive que mudar os esqueminhas aqui de comentários pq o antigo parou de funcionar esse plugin de resposta de comentários! Dai.. fiz umas gambiarras aqui! Hehehehe…

  7. Eu concordo com o Diogo também!! Palavras de um alergico a pó!
    Esse monte de gente alérgica a qualquer coisa só aparece pq cada vez mais vivemos em ambientes mega ultra super limpinhos e desinfetados!

    Vou deixar meus filhos brincando o dia inteiro na terra com um cachorro, um gato e um pangolin (se eu conseguir um)!

  8. Planck

    QF sobre seu post no Olhômetro, saca só esse vídeo do youtube.

    http://br.youtube.com/watch?v=irWhnx-3KCc

  9. Essas frescuras atuais, mais medicina é que impedem que nós seres humanos nos tornemos resistentes iguais a baratas! Maldita medicina, e médicos frescos!! A gente pode até viver mais por causa disso, mas qualquer gripezinha derruba esse pessoal… E as alergias!? Na minha época (baixa idade média :P) não tinha esse negócio de alergia não, quando tinha, o cara morria, e dava lugar a alguém mais apto e geneticamente mais resistente, fortalecendo assim a raça humana! Agora, hoje tem gente com alergia até a ar…

    Esse médico é uma BICHA louca! O sonho dele deve ser virar aqueles meninos-bolhas! :P

    (Fim do comentário revoltado!) :P

  10. Que partícula mais sinistra essa que eu sou, hein!? Seria um ázaron!?
    :P

  11. HUuahhuahua… é, porque animada sua partícula não é não! Hehehe

  12. Mas… Jimmy Bolha é um filme legal! =D

  13. O video é demais Planck! HUuhauhahu… Já respondi lá!
    Abraços!

  14. *olhar sedutor*

    Besouros são gostosinhos. Nhumy.

  15. Nego, tem meme pra vc no meu blog. ;)

    Faça, é divertida

  16. Mas eram aqueles besouros pretos grandões? =/

  17. Dônovan

    A razão pela qual hoje em dia não morremos de uma simples bactéria inofensiva, é pq que no passado muuuuuuuuuitas pessoas morreram dessa msm bactérias, e outras foram selecionadas pela evolução. (todos sabem)
    O que ele faz (o médico supostamente homosexulal segundo os comentários acima) é trazer um pânico desnecessário.
    (lembre-se: as bactérias da boca estão lá com o simples “objetivo” de impedir que outras piores se instalem)
    Mas algumas pessoas estão realmente se tornando sensíveis a tais bactérias (as que antes eram inofensívas) justamente por causa das ciências biológicas suprindo as necessidades de pessoas imcapazes de viver normalmente num mundo sem remédios.
    A mesma evolução que que nos fez (a maioria do humanos) resistentes a doenças como gripe e cachumba, também nos fez ter um amor incondicional à nossas proles em detrimento do progresso da humanidade. Com certeza você preferiria que seu filho vivesse diabético tendo de “tomar” insulina do que que ele moresse para um tal “melhoramento humano”.
    Mas uma corrente de biológos começa a concordar que não só os humanos, que são demasiado sensíveis vivem, mas também os demasiado insensíveis. Dando um exemplo legalsim é como dizer: se todo mundo fosse selecionado igualmente um virus não habitual mataria todos.
    Intaum não despreze aquele seu visinho gordinho que não pode corre e tem asma, ele pode carregar em si por puro acaso a cura da AIDS ao a a Cancer…
    Pra terminar, o interminável e explicativo coment, há o exemplo de uma comunidade da África onde os individos “evoluidos”, ou seja, selecionados apresentam anemia falciforme aguda. Isso acorre pois um virus que se aloja nas hemácias não consegue se sair bem num organismo humano com tal patologia, mas mata pessoas com hemácias normais.
    Viva la EVOLUCION
    Ps: Darwin Rules…

  18. Peraí?
    A aninha comendo Besouros? Mas eles não são muito grandes pra você, não?

    Besouros devem ser crocantes. Você morde, tem a casquinha crocante e depois o suquinho. Delícia!

  19. GUSTAVO SEU RETARDADO!

    além de postar o comentario com o login do nerd curitibano, vc chegou até aqui só pra me encher o saco? pfff

  20. ok. li até a metade do comentario.

  21. AHAM *________*

  22. pedro blanc

    Nana, nao sei se voce sabe mas toda vez que voce encaminha meme deus mata um gatinho…

    http://www.adabyron.blogger.com.br/Gatinho%20fofinho.jpg

  23. Ahhhh não mato uma coisinha linda dessa de jeito nenhum!!!

    PS: Nana.. precisamos conversar…

  24. Dônovan

    uiahuiahauihauia
    Era de se esperar.
    Não tem todo o humor do QF mas é que tow assistinu a série COSMOS pela primeira vez, awe fico extasiado pela ciência e flo demais.
    Bom… Resuminu: Post legal, Evolução envolve morte, Darwin é o cara.
    Pronto. ^^

  25. Nhai.. até fiquei tímido! hehehe =P

    Eu tb concordo! “Post legal, Evolução envolve morte, Darwin é o cara” [2]

  26. Technomage

    Pior é o povin que fala que chegando da rua tu trás várias bactérias dumal..

  27. Na verdade, toda essa pira sobre as bactérias pode ser a responsável pelo surgimento das mega-infecções hospitalares.
    Esse dias eu fui à farmácia comprar um remédio pra GRIPE e o farmacêutico quis me empurrar um antibiótico. É assim que você seleciona bactérias inofensivas, criando uma horda de microorganismos imunes à remédios, e deixa uma ala hospitalar em caos.

Faça um comentário...

*Atenção! Letras pequenas! Aviso importante: O sistema de comentários do Efeito Ázaron é um espaço para os leitores publicarem suas opiniões e comentários relacionados ao conteúdo. Todo e QUALQUER texto publicado nos comentários por terceiros não reflete a opinião do site e é de exclusiva e integral responsabilidade do leitor que o escreveu. Ao comentar aqui, o usuário concorda que SEU texto é de SUA responsabilidade, e não do site.

Theme by Anders Norén