Científico, Faculdade

A garota das probabilidades infinitamente nulas


… ou Destino é a maior furada!!

Cuidado!! Post longo e sem figuras!

Esse post é uma história pessoal e totalmente verídica que me fez refletir profundamente sobre o destino. Sendo um Físico (tirando algumas flutuações comuns), não era de se estranhar que eu não acreditasse nessas coisas, mas confesso que eu acreditava. É verdade… esse Quase-Físico já foi um sonhador que acreditava que toda tampa tem sua panela independentemente do referencial. (Ahh… ainda sou um pouco, mas não gosto de admitir =P)

Acredito que ela prove com fatos e dados experimentais, colhidos com muito custo, que não existe essa coisa de destino. Bem, vou parar de enrolar e contar logo, por que esse post vai ser longo…

Era 2005… um dia comum tirando um pequeno detalhe incomum: eu iria viajar para visitar meus pais. Arrumei minha mala, sai de casa, caminhei até o ponto de ônibus e foi lá que tudo começou! Logo que cheguei… uma garota chegou e não sei o que aconteceu comigo… fiquei incrivelmente fascinado por ela. Sinceramente ela não era nada espetacular, nenhuma modelo… era uma beleza normal, nada fora do comum… mas o que senti… ia além de aparência, sabe? Resumindo, ela tinha algo que me chamava atenção e eu não conseguia saber o que era.

Como sou um tonto e muito tímido, ficava só olhando pra ela disfarçadamente… tentando entender o que estava acontecendo. Minha visão estava mais ofuscada por ela do que se tivessem dois lasers HeAg apontados para minha retina, não conseguia pensar em nada. Foi então que meu ônibus chegou… e o que aconteceu? Ela pegou mesmo ônibus! E pior!! Ela sentou na minha frente!
Fiquei o caminho todo querendo falar com ela, mas não conseguia… tinha vergonha, tinha medo dela me achar um pervertido de busão… e assim acabei não falando nada.

O ônibus continuou seu caminho e chegou no ponto que eu precisava descer (para depois pegar outro ônibus, para ai sim… chegar a rodoviária). Para minha surpresa o que aconteceu? Ela desceu no mesmo ponto! Mas ela podia ir embora, certo? NÃO!! Ela ficou esperando outro ônibus… assim como eu! E… e… e eu não conseguia falar com ela!! Snif snif…

Fiquei lá… esperando… e não entendendo o que ela tinha que me deixava daquele jeito bobo! E novamente o ônibus apareceu, parou e eu entrei! E ELA TAMBÉM!! Dessa vez… eu fiquei em pé, ela foi sentada e novamente fiquei babando. Chegando na rodoviária, desci do ônibus e fui almoçar (sempre chego uns 45mins antes pra não correr riscos de perder a viagem e aproveito pra comer).

Terminado o almoço, me dirigi até a plataforma de onde meu ônibus sairia e quando eu cheguei… quem estava lá por perto? ELA! Eu já estava ficando incomodado com o quanto ela mexia comigo sem eu nem saber nada sobre ela! Fiquei lá, sendo torturado pela sua presença.

O ônibus chegou… deixei minha mala na parte de baixo, e quanto estava entrando no ônibus reparei que ela estava caminhando na direção dele. Assim que entrei, fui procurar meu lugar. Encontro minha poltrona ocupada, como de costume. Mas a senhora que estava nela me pediu gentilmente para trocar de lugar, pois ela queria ir ao lado de sua neta. Concordei numa boa com a troca, perguntei qual era poltrona dela (era 26, sim, eu lembro!) e me sentei lá. Fato: a poltrona do meu lado estava vazia…

ENTÃO!! Do nada!! Quem surge no corredor do ônibus??? ELA!! Fico congelado!! Ela vem caminhando… caminhando… e onde ela sentou? Do meu lado! Exatamente do meu lado!! Nesse momento minha cabeça virou uma bagunça total! Ao mesmo tempo que eu fiquei feliz de saber ela ficaria praticamente 6 horas do meu lado… eu tentava computar as probabilidades de tudo isso ter acontecido.

Pausa de reflexão

Quais são as chances de: dadas duas pessoas aleatórias quaisquer 1 e 2… a pessoa 1 ficar instantaneamente fascinada pela pessoa 2. As duas pessoas pegarem o mesmo ônibus, pararem no mesmo ponto, pegarem outro ônibus, descerem na rodoviária e ficarem enrolando por que chegaram cedo demais, pegarem novamente o mesmo ônibus, a pessoa 1 ter seu lugar original ocupado, ser realocado para outra posição no ônibus e essa posição ser exatamente a do lado de pessoa 2.

Se você fez a conta acima e sua resposta deu na ordem de…

…você acertou.

Fim da pause de reflexão

A viagem começa… e eu, como conhecedor e ótimo interpretador de linguagem corporal, consegui perceber com grande facilidade o que ela desejava naquele momento… DORMIR. Geralmente também durmo nessas viagens, mas nessa eu não consegui! Queria estar acordado/disponível para qualquer possibilidade de comunicação com ela. Fiquei a viagem toda acordado.

Cinco horas e 35 minutos depois, faltando aproximadamente 25 minutos para chegar em minha cidade… ela acordou, se ajeitou na poltrona… e eu pensei: Cara! Fala com ela!! Você é um homem ou um rato? Fala com ela!! É sua última chance! Vaiii!
Comecei suar frio…tentando bolar alguma coisa pra falar! E foi quando mais um cataclísma probabilístico aconteceu:

Eu estava olhando para aquele relógio digital, que fica logo acima da porta do corredor do ônibus, quando ele simplesmente piscou e reascendeu com zeros no lugar das horas. Foi então, que antes mesmo que eu pudesse pensar: ham? o que aconteceu com esse relógio? Ela levantou a cabeça sobre o poltrona da frente (ela era meio baixinha) e olhou pro relógio… viu que nele só tinha 00:00… virou pra mim e perguntou: Que horas são?

YEAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!! SIM!! SIMMMM!! Era a oportunidade que eu precisava! Era um sinal! Só podia ser um sinal.. era o destino falando comigo (ou melhor dando tapas na minha cara!). E eu aproveitei muito bem a chance! Acabei conversando com ela.. o pouco tempo que tínhamos. Achei ela demais… gostei mesmo da conversa com ela, tanto que não percebi que o ônibus já tinha parado em minha cidade e o pessoal já tinha saído… O que aconteceu foi que eu sai correndo e me enrolei todo.. só consegui me despedir dela e não me lembrei de conseguir nenhum meio sequer para manter contato. Nada! Nenhum telefone, fax, celular, e-mail, caixa postal, msn, icq, nick de mIRC e nem freqüência de transceptor da faixa do cidadão! NADA!! O burro aqui não pegou nada!!

Quando me toquei disso, quase me joguei na frente de outro ônibus de tanto raiva… mas então me lembrei que existe orkut! Corri pra casa e usei minhas habilidades orkutisticas e encontrei o profile dela, afinal eu sabia o nome dela, o que fazia e a cidade que morava! Mandei uma mensagem para ela explicando que queria manter contato, que gostei dela e tal… pedi o msn.

Depois de alguns dias, ela responde a mensagem meio que secamente… mas com o msn nela. Adicionei e por vários dias nada dela online. Resolvi verificar uma suspeita e confirmei que ela me bloqueou, antes mesmo que eu pudesse falar com ela. =(

Desde então… nunca mais falei ou cruzei com ela por ai.
E tem gente que não sabe por que “inventei” os Ázarons..

Moral da história 1: Destino é papo furado!
Moral da história 2: Perto do impossível, o improvável é totalmente possível (derrr)
Moral da história 3: Destino não é papo furado… mas sofre interação azarônica!

=/




44 especialistas já comentaram!

  1. AP

    Adorei o post… Ázarons são realmente uma m*! Mas valeu a sua intenção de falar com ela…

    rs…

    bj

  2. Mas a interação azarônica faz simplesmente o destino ficar uma coisa besta e sem-sentido, o que eu ainda acredito, e vou continuar acreditando até que me provem o contrário.

    E acho que é por isso que meu irmão me chama de um anti-social nerd maldito.

    “icq” eu ri.

  3. uaheuaheuaheuaheuhauehuaheuaheuhaehauehuaheuah
    cara, sem comentários!
    já passei por isso… claro nunca eu iria conseguir tantas conhecidencias assim!
    hahahaha
    ser tímido é complicado… tbm teria feito o mesmo que vc!
    auehuaheuhueah
    eu tenho uma fórmula para arranjar namoradas!
    auehuaheua

    não sou bom em matemática mas acho que a somatóri vai ser legal:

    sente só, vc vai numa festa.

    Festa Double drink + garota com vontade de beber + 5 tequilas + você com uma gravata chamativa e ridícula = pegação.
    pegação + chupão + vomitar no tenis = um novo encontro
    novo encontro + presente + carinho = uma namorada

    aeee
    bom foi mais ou menos assim e estou com a menina há mais de um ano!
    auehuaheuha

    abraços

  4. Ivan , o babuino

    QF vc definitivamente é um ‘son of a bitch’… quase que eu perco meu emprego de tanto rir aqui cara…

    cara… fiquei muito emocionado com essa história… POR QUE ESSA PORRA ACONTECEU IGUALZINHO COMIIIGOOO CARA! IDENTICO CARA NAO TO ACREDITANDO ATÉ AGORA!

    a unica diferenca é que eu sou 6.10²³ mais burro e sem sorte… ela viajou por um mes inteiro na minha van e nunca fiz nada…. ela era perfeita… inteligente, linda(para os meus padrões).. eu tava tao vidrado que eu nao dormi na viagem sequer um dia e como eu sentava atras e nao podia vê-la eu olhava no vidro da van pra ver o reflexo dela… foram 4 semanas de amor platonico e depressao cara! por fim eu descobri o nome dela uma semana antes dela viajar e trocamos 5 minutos de conversa ¬¬

    ai mais uma semelhanca minha com você: munido apenas do nome, cidade onde ela estudava e restaurante que ela comia(descobri nos 5 min de conversa) fui ao SENHOR ORKUT! ai vai.. adicionei, ela respondeu mais secamente que mamona rachada… tentei uma adição no msn e ela nunca entrou ou seja: “Ivan quer te adicionar no MSN, deseja aceitá-lo?” NÃÃÃO!

    bom… hoje ainda tenho resquicios de tristeza e esta quase acontecendo tudo outra vez so que com outra garota! inferno!

    deve ter alguma lei do planeta que diz que nerds tem que ter gordinhas feias de bigode… e o pior é QUE EU NEM SOU EXIGENTE!

  5. Robson

    acho que o mal foi ter encontrado ela no Orkut, tu devia era ter pego o msn logo quando falou com ela… MAS quem sou eu pra falar isso, dica de nerd pra nerd não conta XD

    dica de extrovertido tímido: as vezes tu tem que ligar o fodase e quebrar a cara… :P

  6. Bruno

    Já passei por situações assim, de ter uma garota incrível perto de mim mas não falar nada.
    E o que aprendi com essas situações, é que quando elas acontecem, você tem que pensar: “o que eu tenho a perder?”.
    Ou seja, fala qualquer merda que vier na cabeça, pior do que não ter falado nada não pode ser ^^

  7. É.. realmente tem muita verdade nisso!!
    Afinal, o que tenho a perder? Reputação? Há!!

    Pense nisso:
    “Não existem experimentos ruins, pois estes sempre podem se tornar exemplos de experimentos que devem ser evitados!”

    Esse é o espirito do post… hehehe
    Abraços galera!

    PS: eu superei..
    HUAHUAUHAUHAUHUHAUH

  8. Fernando

    É! Coincidências envolvendo garotas estão ficando cada vez mais comum hoje em dia (!). Mas no final a história é sempre a mesma :P Seria uma reorganização nos azaróns?

    Também já fui “vítima” de alguma dessa bizarrices. Mas nenhuma tão ninja como essa!
    Mas qual foi a do relógio? 00:00? Mas que cagão você é!

    Agora imagine só como seria legal ouvir a história do outro lado?

    Vai que você acha em um blog: “Gente, fui viajar pra encontrar meus pais, e né que tinha um cara muito fofo no meu lado na parada? Fiquei com vergonha de falar com ele, como sempre. Mas quando ví, ele desceu na mesma parada que eu! :) […]”

    Ou quem sabe (e provavelmente) bem pior: “OMG, tinha um pervertido olhando pra mim o dia todo! Liguei para a polícia imediatamente [..]”

    Eheheh, valeu pelo post, bem legal :)

  9. Ivan, o babuino

    aeuahaeu

    sinceramente QF, se o a primeira afirmação do fernando for verdadeira eu daria um jeito de me matar imediatamente…

  10. Calma! Nada de se matar!!!
    Largue esse grampeador! Isso não vai ajudar! Uuhahuahuauha….

    O que vai ajudar é você parar… e dizer a si mesmo: SIM EU POSSO! SIM EU POSSO!
    Agora pegue o busão mais próximo e torça para as probabilidades estarem do seu lado.
    HAHUHUAUHAUHAUHAHUA!!

    =D

  11. UUHUHAUHAUHUHA.. adorei a história… quero dizer, sinto muito por ela… quer dizer.. ah sei lá XD Malditos Ázarons

  12. BiLL

    VC conhece a teoria do amplificador não-linear????

    Estava discutindo isso com uns colegas de curso: qual seria a reação de uma garota ao saber que você faz física? E chegamos a conclusão que física é um aplificador não-linear, que age da seguinte forma:

    1) Se a garota simpatizou com vc, a probabilidade dela ficar com vc aumenta aproximadamente como uma reta com uma leve inclinação. (“Nossa, além de tudo ele é inteligente!”)

    2) Se a garota não simpatizou, a probabilidade dela ficar com vc cai exponencialmente! (“Além de tudo é um nerd que só pensa em ficar estudando, creeeeeeeedo…”)

    3) Se a garota estava neutra, a probabilidade dela ficar com vc cai, inicialmente como um degrau e depois numa reta. (“Ah, é nerd…”)

    Muito provavelmente essa garota do post estava neutra, até verificar no seu orkut que vc fazia física….. Aí entrou em funcionamento o amplificador.

    Certamente os ázarons tem influência nesse modelo do amplificador não-linear! Só não consegui incluí-los ainda pois faltam mais alguns dados experimentais pra concluir o modelo… =P

  13. Hahuuhauha…

    Putz BiLL! Teoria interessante!
    Será que foi isso? Mas ela era Quase-Química… e eu não me lembro de ter feito a infame piadinha da “física da última camada”

    =/

  14. technomage

    Cara, tu ja me contou essa história antes, mas não com tantos detalhes… Meu estômago está até frio…. Serinho…

  15. BiLL

    O modelo funciona independente do curso… Até mesmo se a garota for uma quase-física! Afinal, a quase-física conhece as figuras que aparecem nos institutos de física que existem por aí… Pensando bem, talvez tenha um termo de amortecimento… Preciso refinar o modelo quando considerarmos quase-físicas! Mas talvez seja mais fácil detectar neutrinos… =P

  16. Noooooooossssaaaaaaa!

    Será que essas coisas só acontecem com nós pobres nerds mortais que quando chega o momento nunca conseguimos encaixar duas palavras pra falar pra outra pessoa? Pq eu vivi uma historia muito parecida mas com mais (!) viradas surpreendentes do destino ainda! E sabe o que aconteceu no final? ¬¬ Nada.
    Obrigada por compartilhar conosco sua historia QF!! E boa sorte pra tirar logo esse Q do codinome! =D

    =**

  17. Ivan, o babuino

    up!

    ??? o.o ???

    GAROTAS LEEM ESSE FORUM?
    E PELO QUE EU ENTENDI ELA SE AUTO ENTITULA NERD?!?!

    ANINHA: QUER CASAR COMIGO!?

  18. Marcelo

    Cara,fiquei realmente com pena de vc !..

  19. a pausa para reflexão foi muito boa :P imagino a tua cara ao lado da moça calculando as probabilidades!

  20. technomage

    Aninha = Efeitos da Improbabilidade.

  21. Ivan, o babuino

    eauahhauea
    certamente que sim…

    aninha’s so existem em matrix..

  22. NerdTriste

    Quer dizer… que ela é um bot?

  23. Fernanda

    Adorei o post QF! Morri de rir!
    Ahh… e isso já aconteceu comigo tbm!
    A diferença é que eu não consegui trocar nenhuma palavra, quer dizer, eu disse: “Com licença!”, só pq eu estava do lado da janela e precisava descer do onibus na minha parada.
    Acho q isso não vale como conversa, né?
    rsrs

  24. Caramba QF, não sabia que você tinha esse lado. Que legal saber que vocÊ é uma pessoa normal!!!

    Viu que “bombou” de gente nesse post? O pessoal gosta quando o assunto é voltado a essas questões intrigantes. Demorou pra tu escreveres mais disso!!!

    Quanto a questão da mina, fale com alguma amiga sua pra que escreva um tipo de carta contendo o que você sente por ela ou algo do gênero( ou contrate um profissional como Robert Abrahan Abergel), que as suas chances poderiam voltar a crescer.Aí, com a carta em mãos , crie outro email junte a carta e envie-lha.

    PS. Mulheres são um tipo inexplicável mesmo. Cálculos não resolvem, elas gostam mesmo é de carrões…vamos continuar estudando pra conseguir o que elas querem

  25. A galera gostou deste tipo de assunto … o nível alcançado de clareza e rico em “ilustrações-imaginárias”.

    Demorou pra tu escreveres mais desses tipos de assuntos intrigantes , relacionando o conhecimento que possui com a vida de um ser humano normal. Excelente!

  26. sampa

    Isso tudo nada eh com Ázarons e efeitos físicos e sim quimica!
    Elemento químico Mulher (Mu)
    http://www.humornaciencia.com.br/quimica/mul.htm
    Como isso, Depois de zilhiões de nanosegundos para lidar com o elemento químico e ainda tentar determinar localização (posição) e velocidade, o MU se tornou elemento químico muito mais instável!
    QF!! não entede de química!3
    UAUHAUHAUHAHUA!!

  27. Dot

    He he he..

    Eu só vim pra me gabar mesmo…

    HUAUHaUHaUHaUHauhAhuahuA

  28. Ivan, o babuino

    Ah esse dot eh um sacana…
    GREVE DE ADSENSE NELLEEE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    o cara nao participa dos podcasts e ainda vem sacanear pq um pouquinho de sorte com garotas…

    ¬¬”

  29. heuiaerhaeuieahuieahaeuieahuea

    aninha = improbabilidade foi engraçado.

  30. wander

    Porra cara… Tava te achando um gênio no começo da leitura… Agora te acho uma anta… hahsuhaushua. Tanta letra aí nesse texto achei que no final vc ia pelo menos casar com ela… rsrsr Lei de Murph… Tenta com os garotos agora, quem sabe vc num tem mais sorte.

  31. Fábio

    na boa…..vc é um idiota.

  32. Thomas Turbando Pinto

    D=
    Isso foi de certo modo…
    …triste

    Meus sentimento Quase-Físico
    =(

  33. Expectadora

    Eu como uma quase Biotecnóloga tbem já sofri desse “…dito” mal! pior ainda, quase perdi meu namoro por isso, essas armadilhas do “destino”! pessoas são presas faceis do acaso, quando acreditam nisso… a coisa muda se você for pensar em casualidade, probabilidades e estatísticas (mesmo que descabidas)

  34. Fuinha

    Amores platonicos sempre rendem boas histórias…. o ruim é que quase sempre nao dao em nada… T.T
    (encontrei o orkut do meu amor platonico do colegio esses dias… ele não é mais tao lindo como antes… auhaua)

  35. LuizaS

    Eu já vivi uma história muito parecida.
    DUAS VEZES!!!

    -Eu encontro com o garoto em uma locadora de filmes, enquanto alugava meu amado House. fazemos rápidas perguntas [totalmente idiotamente nerds.. lê-se – média do colégio onde estuda e quais as notas atualmente. ] mas NADA de telefone ou outro meio de comunicação.

    – encontro com ele no supermercado- o único grande da cidade – PERGUNTAS NERDS NOVAMENTE – e NADA de meios de comunicaçãos. –‘

    Merda, o orkut não me ajudaa encontrar meu amor nerd e platonico. –‘

    coitado de você, QF, sinto muito.
    HUAHAUHUHUAHUAHAUHAUHAUH

    P.S.: outro amor nerdeplatonico- add ele no msn, e ele ficou lá por mais de 5 meses, quando decidi falar com ele, ele me bloqueou. MERDA!

  36. Michele

    Poxa QF, finalmente consegui entender o famoso efeito àzaron!!! srsrrsr
    Nusss, é foda mesmo!!

  37. É por isso que eu resolvi entrar num ônibus que não era meu quando vi que um quase-físico, que me olhava mas se afastava quando eu chegava perto, havia entrado.
    Vi logo que esse é um mal que ataca a maioria dos Quase-Físicos, e resolvi tomar as providências e ajudá-lo. Eu mesma puxei o papo pra facilitar.
    Aí tá aí. Conseguiu me namorar.
    Tem que ter um empurraozinho.

  38. Rafael Reis

    Muito legal QF!

  39. Danilo

    Cara, eu como QF tb aconteceu comigo a minha sorte que ela veio conversar comigo e tivemos uma boa conversa na ida e na volta (como minha cidade é longe tem sempre excursão para minha cidade)
    Mas mesmo depois de tanta conversa não peguei nada dela. Um dia ela me encontrou e lembrei de pedir o orkut dela (a primeira letra do orkut dela era complicado demais para entender, mas o pior q ela era a dona de umas 2 comunidades q eu havia entrado).
    Moral da história: namoramos por menos de 2 meses, ela me deu o pé na bunda e eu fiquei convencido dos azarons
    Moral da história 2: destino realmente não existe e quando existe ele é um azaron disfarçado.

  40. Luan

    Só eu fiquei esperando ELA entrar e dizer: QF, sou eu, meu msn é tal, recusei você sem querer.. Me apaixonei por você a primeira vista, e reconheci nossa história de amor de primeira! Ainda me quer ?

  41. Giselle Hannah

    Kkkkk acho que isso só acontece com nerd mesmo! Também já vivi uma situação parecida. Mas eu sou muito mais azarada, cheguei perto, mas nem conegui dizer oi para ele.

Faça um comentário...

*Atenção! Letras pequenas! Aviso importante: O sistema de comentários do Efeito Ázaron é um espaço para os leitores publicarem suas opiniões e comentários relacionados ao conteúdo. Todo e QUALQUER texto publicado nos comentários por terceiros não reflete a opinião do site e é de exclusiva e integral responsabilidade do leitor que o escreveu. Ao comentar aqui, o usuário concorda que SEU texto é de SUA responsabilidade, e não do site.

Theme by Anders Norén